Diariozin

#DIARIOZIN 74 - um respiro no meio do caos

20:00:00

Não consegui dormir antes das três e meia da manhã. Perdi o dia todo na cama. Não tinha forças pra sair, levantar, acender o fogo, fazer um café e uma torrada. Não tinha vontade de nada.

A cabeça que de madrugada borbulhava, hoje pela manhã se desligou. Oficialmente. Nem o barulho irritante do despertador foi capaz de me fazer acordar.

Olhei o teto por quase meia hora depois de já ter oficialmente saído do coma matinal. Encarei cada detalhe do quarto, antes de ter um respiro longo e profundo na busca por algo para usar de apoio e levantar.

Nem bem conclui o respiro e o celular já carregava mais de duzentas notificações. Passei pela tela, assisti a vida de 100 ou seriam umas 200 pessoas naquelas vitrines redondas expostas pelo instagram. Nem bem sai da cama e já vi a vida de milhares de pessoas acontecendo. Uma enxurrada de notícias, todo dia uma ou outra bomba que explode nos noticiários do segundo turno das eleições mais bizarras da história da nossa democracia.



Nem bem engoli o ar pra soltá-lo e o mundo já tinha dado 10 voltas.
Como é que pode? O tudo e o nada estar aqui e agora acontecendo, enquanto eu passei a manhã inteira dormindo. Enquanto eu busquei forças pra concluir um respiro. Enquanto eu ainda estava na cama e pra mim, nada acontecia.

Eu não sei.
São 19h55 e essa é a primeira coisa que faço do meu dia, além de só olhar a vida passar diante da tela do meu celular.

Alguns dias simplesmente são mais difíceis que os outros. 

Mais textão desse tipo:

0 Comentários