Contos e Crônicas

Finalmente de folga - Diário de um Foca Frustrado

06:00:00


Finalmente aquela folga que esperava há quase três meses saiu e a emoção de ter um final de semana inteiro só pra mim é tanta que mal sei por onde começar.

Preciso atualizar minhas séries favoritas, porque não aguento mais receber spoiler sobre TWD, também preciso lavar minhas cuecas, porque nossa, esses dias precisei ir trabalhar de samba-canção e quando cheguei em casa parecia que tinha fritado as bolas de tão desconfortáveis que essas coisas são. Preciso pagar minha conta de telefone que tá atrasada, por falta de tempo e ah, preciso dormir muito, bastante até meu corpo doer de tanto dormir.

Essa rotina fora da faculdade, mas quase morando na redação não tem sido das melhores desde que começou e tudo o que eu mais desejo todos os dias é dormir muito mais que três, quatro horas por noite. E cara, acabei de me lembrar, preciso arrumar um tempinho para ficar bonitão, porque finalmente vou conseguir ir tomar aquela cerveja com a Paulinha!

Eu sei cara, eu sei que eu disse que não queria mais também e que mulher só ia me arrumar dor de cabeça agora, mas é que a Paulinha está sendo tão paciente comigo, tão paciente ao entender essa minha rotina insana que acho que ela merece que eu me esforce um pouquinho para não ser aquele babaca da faculdade. E do jeito que ela é linda, nem posso dizer que é algum esforço também.

E pra falar a verdade, eu tô bem empolgado com a ideia de dar uns beijinhos em alguém depois de tanto tempo sem beijar nem a minha mãe. Até chamei a dona Cidinha para vir dar um trato no apê e deixar ele com cara de casa de homem pra casar e olha, tô realmente inspirado hoje, até fui ao supermercado fazer umas compras, porque a geladeira só tinha marmitex velho e cerveja.

Hoje vou cozinhar pra Paulinha, dizem que mulher gosta de homem que cozinha bem né? Então, nisso eu até posso me gabar. Taí uma coisa que sempre fiz bem, fui aquele cara meio que “criado pela avó” sabe? Tenho boas habilidades femininas e não tenho vergonha de contar não e afinal cozinhar é algo que gosto mesmo de fazer, só não tenho tempo graças ao Jornalismo.

Enfim, eu vou fazer comida japonesa porque ela adora e até comprei vinho para deixar o clima mais romântico. Eu amo cerveja e sei até que nossa proposta era tomar umas, mas eu quero mostrar pra ela que eu sou um cara diferente mesmo sabe? E como eu sei que minha próxima folga só vai rolar daqui mais uns três meses, tenho apenas uma chance de fazer com que ela goste tanto de mim que queira continuar sendo paciente.

Droga, eu preciso correr, me empolguei tanto aqui que nem vi a hora passar. Já tá quase na hora do almoço e eu ainda quero executar todos os planos anteriores, porque eu mereço, e estar pronto na hora certa (com cueca nova e limpa) para ir buscá-la.

Sabe como é, eu não tenho uma boa fama no que se trata de pontualidade e a Paulinha já esperou demais para um atraso logo hoje.

Espero voltar aqui com a mesma empolgação pós-encontro.

Atenciosamente,

Aquele foca frustrado de sempre

(hoje, um pouco mais feliz que o normal)

Você pode gostar também de:

0 Comentários