Diariozin

#DIARIOZIN 5 - Sobre ciclos, despedidas e o fim

14:10:00


Ir embora é complicado. Quando os ciclos chegam ao fim tudo fica como se distante, estranho. A verdade é que somos seres humanos cheios de falhas e defeitos, e seria ótimo que as escolhas fossem feitas com certeza, feitas sabendo o que ainda esta por vir.

E é isso que me preocupa, o que esta por vir.
Tenho medo, na verdade um transtorno bipolar imenso.
Mas ainda medo, muito desse veneno que nos impede de andar, falar ou tomar uma atitude.

Ah, a atitude, essa que me falta que foge de mim...
Atitude de mudar, de fazer acontecer que eu não tenho.

Nunca vou ter de fato. Sou medrosa, insegura.. outro defeito que nos impede de voar alto.
Mais um ciclo se encerra e o que esta por vir?
Mesmo que eu passasse noites em claro, chorasse por dias.. Não obteria a resposta assim tão rápido.

E você? Sabe o que estar por vir?

Como pagar as contas? Como encontrar um emprego que traga felicidade e dinheiro ao mesmo tempo? Uma familia que não discuta por coisas tão pequenas? Um namoro que não tenha brigas, ciúmes ainda que em pouca quantidade?


Você conhece alguém feliz? O que faz você feliz, você sabe?
Você já brigou ou chorou sem saber o porquê e depois se arrependeu?
Você já quis ir embora e foi?
Você já quis ficar e teve que partir? Você já pensou quantas pessoas fez chorar?

Em quantas vezes sentiu vontade de chorar, mas prefiriu ser forte? Quando você foi forte de verdade? Quantas vezes por dia você fala a verdade? Que não gosta do seu emprego, da sua profissão, da sua vida, das brigas? Você é sincero? Com você?

Quantas perguntas sem resposta, mas que se encaixam perfeitamente na sua vida, na minha vida, na vida de todos. E sabe porque? Porque o ser humano é falho e feito de escolhas, de perguntas e várias personalidades.

Ah, as personalidades.. variam de um ser humano para outro, mas no final acabam tendo as mesmas neuroses, medos e inseguranças.
Então, o jeito é aceitar.

Aceitar que não somos sempre honestos com nós mesmos.
Nem sempre gostamos do nosso emprego, da nossa vida, da nossa rotina.
Nem sempre queremos as brigas em casa, aquela profissão, aquele dia..
Nem sempre aceitamos o que nos impõem, o que é mandado, quem foi eleito e  as opiniões sobre nós.

Mas quando a rotina, o emprego, as brigas, aquela profissão, aquelas ordens faltarem, de alguma forma farão falta. Falta na motivação, na coragem e principalmente, durante todo o dia..

Até que mais um ciclo tenha inicio, é só ausência do ciclo que teve um fim.
Bem, pelo menos, é isso que eu acho.

Mais textão desse tipo:

0 Comentários