Diariozin

#DIARIOZIN 4 - Mudaram as estações, nada mudou

14:07:00



As madrugadas são sempre boas quando se está com a cabeça cheia. Mas o que eu nunca imaginei é que anos depois ainda teria as mesmas neuroses, os mesmos medos e as mesmas impaciências, agora mais intensos.


Anos se passaram e já não se ouve falar em escola, vôlei, primeiro beijo, primeiro amor ou tantas outras primeiras coisas. Anos se passaram, as estações já foram e voltaram, mas eu continuo sendo a mesma, continuo sempre na mesma.

As vezes me pergunto "Será que parei no tempo?", olho a minha volta e tudo mudou. O cenário já não é o mesmo, meus olhos não são mais os mesmos e aquelas olheiras que os seguram também não eram minhas.

Minha familia não é mais a mesma, não tenho mais tantos amigos, não acredito mais em contos de fadas, finalmente encontrei um amor, tenho outros ideais, outros sentimentos, entretanto uma única coisa não mudou: meus medos, minhas ansiedades.

A verdade é que o ser humano é tão complexo que as vezes se perde por anos em meio as suas complexidades. A vida tão corrida, o tempo tão curto encurta nossos dias e faz com que tudo se torne instantâneo. Em um mundo cheio de coloridos, concorridos e corridos, minha vida é uma bagunça no meio de um caos chamado "interior".

Hoje, 20 anos, 2º ano de Jornalismo me sinto triste. Inquieta, impaciente. Algo sopra os meus ouvidos, mas eu não consigo entender. Minha mente não pára, não cessa um só minuto... e enquanto ela vive a turbilhar ideias, meu corpo continua parado e meu mundo continua sempre na mesma, estagnado, esperando por um empurrão.

Então que tal, feche os olhos, imagine um enorme tobogã, agora finja que essa é sua vida, sente na beirada e olhe a altura com cautela para não cair com tudo, e quando realmente se sentir seguro se solte e abra os olhos, afinal você precisa saber pra onde está levando a sua vida.

Enquanto a gente imagina, o mundo vira.

Então, se jogue e quem sabe a queda seja gostosa e refrescante... ou talvez, na pior das hipóteses você sobreviva pra contar a história.

O mundo vai sempre ser o mundo, o ser humano vai sempre ter suas próprias limitações, mas cabe a mim mudar a estação da minha vida.



Afinal "mesmo com tantos motivos  pra deixar tudo como está, Nem desistir nem tentar, agora tanto faz....Estamos indo de volta pra casa".

Você pode gostar também de:

0 Comentários

Imagens e Créditos

A maioria das imagens usadas no blog foram baixadas do https://www.pexels.com/, uma plataforma que disponibiliza fotos licenciados sob a licença Creative Commons Zero (CC0). Isso significa que elas são totalmente gratuitas para serem usadas para qualquer finalidade legal.